Paraná vai ampliar debate e reforçar parcerias para uma agricultura mais sustentável

Agricultura Destaques

Discussões sobre o tema visam que o Estado tenha uma lei de bioinsumos que incentive investimentos no setor. Plano foi apresentado pelo secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, na abertura do AgroBIT Brasil.

O Paraná está aprofundando a discussão em relação a novos caminhos da ciência, da inovação e do conhecimento tecnológico, com vistas à potencialização do bioinsumo e do reforço à agropecuária cada vez mais sustentável. O plano foi apresentado pelo secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, na abertura do AgroBIT Brasil, um dos eventos mais relevantes de tecnologia e inovação para o agronegócio, que se estende até esta quarta-feira (09), no Parque Governador Ney Braga, em Londrina.

“Temos o desafio de curto prazo que é fazer uma legislação de bioinsumo no Paraná”, disse Ortigara. “Não é para amarrar ou complicar, mas para dar mais clareza à sociedade sobre o que entendemos e como podemos potencializar, provocar e trazer investimentos para o desenvolvimento de bioinsumos.”

Segundo o secretário, em paralelo a esse debate, o Estado estuda formas de melhorar ainda mais o incentivo às inovações. “Queremos elevar a régua dessa questão da ciência, da inovação e da tecnologia. Somos e seremos parceiros de todos os movimentos que conduzam o agricultor a um patamar mais elevado, mais eficiente, mais racional, que traga bons resultados para o nosso agricultor”, afirmou.

Ao discursar para os cerca de 900 participantes do evento, Ortigara disse que hoje não há mais espaço para agricultura rudimentar, baseada apenas no conhecimento empírico. “Hoje é ciência, inovação e novos conhecimentos permanentemente”, alertou. “Tem muito espaço nesse mundo novo, é preciso se apropriar desses processos modernos porque estão chegando para simplificar bastante e refinar a capacidade de decidir.”

EVENTO – O AgroBIT termina nesta quarta-feira (09) com a premiação de produtores rurais e startups que se destacam como inovadores no setor agropecuário. A realização do evento é da Sociedade Rural do Paraná, Sebrae, FB Group e AgroValley Londrina.

Durante os dois dias produtores rurais, engenheiros agrônomos, cooperados, empresários, investidores, pesquisadores e acadêmicos estão sendo colocados em contato com soluções inovadoras que elevam a produtividade e a rentabilidade, além de reduzir custos de produção no campo.

Com diversas atividades e 48 palestrantes, o AgroBIT 2022 apresenta a inovação em todos os aspectos da jornada do produtor – do planejamento do plantio à comercialização. Entre os assuntos discutidos estão análise e preparo de solo; adubação e nutrição de plantas; tipos e tratamento de sementes; melhoramento genético de plantas; irrigação; manejo de pragas e doenças, biotecnologia e bioinsumos; agricultura urbana e colheita.

Fonte: AEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *