Sede do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – é inaugurada em Laranjeiras do Sul

Destaques Saúde

A Prefeitura de Laranjeiras do Sul, junto com o Governo do Estado, entregou mais uma obra de grande importância para a população. A Base Operacional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi inaugurada na manhã desta segunda-feira, 29, e funcionará anexa ao antigo prédio do Centro de Saúde Bucal, localizada na Rua vereador José Aires de Oliveira, em um ponto estratégico que possibilita um fácil deslocamento da equipe.

A estrutura física que servirá de base para o SAMU tem 195 metros quadrados por onde estão dispostos alojamentos masculino e feminino, almoxarifado, recepção, banheiros e salas administrativas e de reuniões. Entre a obra civil e o aparelhamento da unidade, o investimento da prefeitura foi de R$ 250 mil. A aquisição das ambulâncias (orçadas em R$ 850 mil) coube ao Estado do Paraná, a quem também caberá ao custeio operacional do SAMU, estimado em aproximadamente R$ 1 milhão ao ano.

O SAMU tem por finalidade prestar atendimento à população em casos de urgência e emergência, de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental. “Trata-se de um programa que conta com equipes de profissionais formadas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e motorista socorrista permanentemente de prontidão para prestar atendimento aos casos de natureza traumática e clínica, independentemente do local onde a vítima esteja. São premissas do SAMU reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as possíveis sequelas decorrentes da falta de socorro precoce”, afirmou o prefeito Berto Silva.

Em Laranjeiras do Sul, o SAMU contará com duas ambulâncias, uma delas com estrutura de UTI móvel.

QUANDO CHAMAR

-Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios

-Intoxicação exógena e envenenamento

-Queimaduras graves

-Na ocorrência de maus tratos

-Trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto

-Em tentativas de suicídio

-Crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito

-Quando houver acidentes/traumas com vítimas

-Afogamentos

-Choque elétrico

-Acidentes com produtos perigosos

-Suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns)

-Agressão por arma de fogo ou arma branca

-Soterramento, desabamento

-Crises Convulsivas

-Transferência inter-hospitalar de doentes graves

-Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso

QUANDO NÃO CHAMAR

-Febre prolongada

-Dores crônicas

-Vômito e diarreia

-Levar pacientes para consulta médica ou para realizar exames

-Transporte de óbito

-Transferência sem regulação médica prévia

-Trocas de sonda

-Corte com pouco sangramento

-Entorses

-Cólicas renais

-Transportes inter-hospitalares de pacientes de convênio

-Todas as demais situações onde não se caracterize urgência ou emergência médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *